Hacker paranaense é preso por fraudar bancos para comprar bitcoins

By 8 de outubro de 2019 Bitcoin, Criptomoedas

Um hacker do estado do Paraná especializado em fraudes bancárias e lavagem de dinheiro com bitcoins, foi condenado a mais 5 anos e 8 meses de prisão por formação de quadrilha. A condenação foi decidida no último dia 25 de setembro pela juíza Bianca Fernandes Pieratti, da 3ª Vara Criminal de Brasília.

O hacker está preso desde o ano passado, quando foi alvo da operação Operação Paragon, realizada pela Polícia Civil do Distrito Federal. De acordo com as investigações, ele roubou dados de mais de 33 mil contas bancárias e pode ter acumulado milhões de reais em furtos.

Tendo sido inicialmente preso de forma preventiva, o hacker depois foi condenado a 15 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de furto qualificado, tentativa de furto qualificado e lavagem de dinheiro. No caso da lavagem, a quadrilha chefiada pelo hacker utilizava o dinheiro dos furtos para comprar bitcoins de maneira anônima, de forma a disfarçar a origem e o destino dos recursos. O dinheiro também era transferido para cartões pré-pagos, emitidos em nome de terceiros que sequer tinham conhecimento dos fatos.

Com a nova condenação, somadas as penas, agora o hacker tem 21 anos de prisão a cumprir.

Junto com o hacker, foram condenados também outros membros da quadrilha. Duas pessoas foram condenadas a 5 anos de prisão cada um, por participar da quadrilha. A pena do hacker foi maior por chefiar o grupo. Outro membro da quadrilha realizou delação e teve seu processo desmembrado, não sendo julgado na mesma ocasião que os outros.

Adaptado de: Livecoins.com